4 de abr de 2009

Ha crise na Igreja?



Recentemente li em um blog a seguinte expressão - O que está acontecendo com a igreja evangélica? O autor desta frase elenca vários fatores que estão acontecendo com a igreja na atualidade, e então fiquei pensando que a igreja evangélica vem passando por uma crise. Mas que rumos tomarmos já que passamos por essa crise ? Quais os motivos que nos levam a esta crise tão falada? Quais os moldes da verdadeira igreja de Cristo? O que pode e o que não pode na igreja?E por fim o que fazermos para sairmos da crise?
A meu modo de ver vários fatores corroboram para a crise na igreja :

1- Partidarismo“Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu de Cefas, e eu de Cristo”. Esta expressão foi escrita pelo apostolo São Paulo na sua 1 epistola aos Coríntios 1.12.
Na igreja de Corinto , os crentes tinham predileções por diferentes pregadores . Como o Novo Testamento não havia sido escrito , os crentes dependiam muito das pregações e dos ensinos para a compreensão espiritual do significado do Antigo Testamento.Alguns seguiam a Paulo, que havia fundado a igreja; outros tinham ouvido Pedro, em Jerusalém , seguiam-no ; e ainda outros só ouviam a Apolo , eloqüente e popular pregador que teve um ministério dinâmico em Corinto conforme Atos 18.24; 19.1. Embora esses três pregadores tivessem uma mensagem em comum, a igreja corria o risco de divisão.

A palavra partidária significa aquele que segue um partido ou facção; sectário adepto. Infelizmente o que vemos acontecer no seio da igreja é um partidarismo muito grande , talvez muito por conveniência, outros por pura bajulação querendo galgar postos eclesiásticos dentro da sua instituição, outros estarem de bem por causa do sustento que a eles são oferecidos. Li recentemente no blog Cristianismo Radical, do pastor do Triangulo Mineiro Juber Donizete sua escrita Jogo do Poder, quando se trata da guerra para se estar e se manter no poder , e por quais razoes? Será só pela causa do Mestre? Que bom seria, mas, entretanto a outras coisas que aleatórias a nossa vontade acontecem , e pasmem , tudo isso na igreja , que chamamos de “A igreja de Deus” . Não nos esqueçamos que a igreja como instituição dirigida por homens com falhas , emoções , sentimentos.Como pode Deus operar aonde tem facções? Sendo Ele uno, jamais concorda com esse tipo de partidarismo. A igreja primitiva não crescia por causa dos partidários bajuladores , crescia por causa do Espírito santo que a impulsionava, eram solidários uns aos outros no partir do pão e, sobretudo na comunhão.

2- Cultos vazios“ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional”(Romanos 12.1)
Nosso culto deve ser feito com raciocínio, não apelativos como vê , com frases montadas do tipo :

a) Deus vai pesar a mão sobre você –fazendo o crente seguir não por amor a Cristo , mas por medo da maldição empregada por alguns
b) Isso é roubo, meu irmão; você nasceu pra ser cabeça, não cauda! – se tratando do dizimo do Senhor, sendo que a cabeça da igreja é Cristo , e muitas outras frases....

Estamos voltados muito para ortodoxia , ortopraxia e quando se convida para o evangelismo na rua, os primeiros a irem embora são sempre os da ortodoxia. Estamos muito ortodoxos e menos cristocêntricos , nossos louvores que na maioria das vezes importamos desta ou daquela igreja e ai falamos mal das outras igrejas, sendo que não temos capacidade de fazermos nossos próprios cânticos.
Sem contar com as mensagens oriundas de sites da internet (não sou contra a internet , sou contra os exageros cometidos por alguns) desprovidas de unção de Deus , sem oração , cultos sem manifestações do poder de Deus, não manifestações bizarras , cai aqui, levanta acolá.Uma certa feita ouvi um pregador mencionando a vida do saudoso Pastor João de Oliveira , dizendo que passava horas orando para Deus lhe dar mensagens , mas e mais fácil o enlatado, vem pronto e só abrir e comer.
Achamos defeitos em quase todos os pregadores , será que somos detentores da verdade , a alguns que não suportam ver outros pregando pois se acham melhores. Dizemos que vamos cultuar a Deus , sendo que o coração está cheio de ódio , amargura , e o sucesso de outrem nos incomoda.
Muitos cultos se tornaram mecânicos sabe-se até o que vai acontecer mesmo sem estar na igreja, ai dizemos que o Espírito Santo está na igreja , se está na igreja já não está ocupando seu real lugar.

3- Doutrinas e costumes – Queremos moralizar , mas nem sabemos distinguir as duas questões , alguns pregam costumes como doutrina e doutrina como costumes.
Infelizmente não somos uma igreja coesa nestes aspectos , e quando nos reunimos, por exemplo, em nossas reuniões são para tratar assuntos que pouco interessa para a membresia da igreja , e na maioria das vezes nem lembramos que eles existem , pois é conveniente nestas horas não ouvi-los.
No modelo assembleiano os membros não tem voz ativa , como por exemplo, tem nossos irmãos batistas, os pastores decidem por eles, quer gostem , ou não.
Doutrina a definição da palavra é Princípios fundamentais de uma crença, sistema ou ciência, erudição, saber; ensino; norma.
Costume sua definição é Procedimento, modo de viver, usanças, práticas.
Se perguntarmos a alguns quais são nossas doutrinas muitos não saberão responder , e se responderem confundirão com os costumes empregados em nossa igreja.
Infelizmente não há uma normalização da nossa Doutrina , muita ao lerem me questionarão que há o estatuto da igreja , que ao meu modo de ver não está bem lúcido.
Se é estatutária por que não se segue no Brasil todo , pregadores dos mais absurdos sobem ao púlpitos de igrejas enormes , como esses dias visitando o blog de um ilustre conhecido de todos , no vídeo do Youtube , o dito pastor xingava o amado Pastor para todos o Brasil ouvir, dizendo que estava falando a palavra da verdade , mas que verdade? A que ele inventou , dizendo estar pautado dentro das escrituras.
Temos que definir os padrões de doutrina de nossa igreja (Assembléia de Deus) , pois cada qual na sua igreja define esse padrão , fazendo o que acha como Doutrina.
Sem falar nos usos e costumes que cada regional faz ao seu bel-prazer, será que falta coragem para tratar deste assunto com seriedade e acabarmos de uma vez por todas com todos fragmentos de pensamento do pastor A , ou do Pastor B.
Vemos na televisão , um telepregador famoso que na maioria das vezes em nossas convenções causa tumulto , bate-boca , quando passa sua igreja na tv , vemos que as normas só são para os menores , mais humildes.
Por que ninguém o questiona sobre usos e costume da sua igreja? Por que fala o que quer e ninguém fala nada? Por que os membros de sua igreja aparecem de calças compridas, brincos e jóias e ninguém diz absolutamente nada? E alguns responderão, ele é o vice-presidente da igreja e não o pastor titular.
E por essas e outras razoes que há crise na igreja evangélica , contudo a igreja de Cristo segue triunfante aguardando a chegada do noivo.

No amor de Deus , em Cristo Marcos