27 de ago de 2013

Que tempos esses os nossos: Bajulação

Segundo o dicionário bajular significa lisonjear, adular servilmente ou elogiar com interesse. Bajulação é aquilo que louva e exagera os méritos de alguém com fins interesseiros. Aquele que bajula é adulador e lisonjeador, conhecido também como puxa-saco.
O Marques de Maricá disse certa vez que: “Bajuladores são como as plantas parasitas. “Abraçam o tronco e ramos da árvore para melhor aproveitar e consumir."
No Brasil Império, por exemplo, o ato de beijar a mão de autoridades reais e eclesiástica era uma prática, e isso não está tão distante dos dias atuais , hoje é feita de maneira diferenciada , mas muito, muito pior.
Na bajulação não há verdade, seu objetivo é interesseiro, não é algo autêntico e propaga a falsidade. (Sl 12:2) A bajulação ocorre em todas as áreas da nossa vida como no nosso trabalho, na faculdade e até mesmo na igreja. Na sociedade vemos muitos usando da bajulação para crescer profissionalmente. E na igreja para dar e receber a glória humana.
As línguas dos bajuladores são mais macias do que seda na nossa presença, mas são como punhais na nossa ausência." (Texto Hindu)
Por essa razão, política e poder atraem os bajuladores. Quem são, afinal, os bajuladores? Certamente, encontram-se ao redor ou no interior de grupos detentores do poder, visando atingir espaço e prestígio, pois acredito inexistir quem bajule por bajular. Importa dizer que a bajulação, em regra, se dá por um viés nada recomendado ao exercício da cidadania, porque o bajulador vale-se de atitudes caricatas, como elogios e paparicações, a fim de cair nos braços do bajulado. Enfim, a quem Maquiavel chama de bajulador ou adulador podemos chamar, na atualidade, pelo senso comum, de puxa-saco.
É triste ver como a igreja está infestada de pessoas deste naipe, vendendo-se a troco de um simples cargo, ou apenas para estar perto daqueles que ocupam o lugar de poder.Uns chegam ao extremo, além de se venderem , vendem outros também, bem disse um amigo certa feita , todos tem seu preço!
 O sábio Salomão disse em Eclesiastes 10.7, que príncipes estavam andando a pé , e servos andavam a cavalo, parece paradoxal mas é exatamente o que está acontecendo hoje, o lugar antes ocupado por homens que tinham apenas compromisso com o Deus da Palavra, e a palavra de Deus , está sendo ocupado por gente que tem apenas dinheiro, e posição na sociedade, e isso tem corroído a igreja e também contaminado denominações.Certa feita em uma reunião o palestrante disse que muitas igrejas já estavam no piloto automático, no momento discordei, mas hoje depois de pensar concordo e vou alem , nossas igrejas estão sendo invadidas por gente que mal sabe dar a benção pastoral.
Não adianta bater no peito e dizer que somos a maior igreja pentecostal no Brasil (digo isso da minha igreja Assembléia de Deus), se a estrutura esta sendo lentamente carcomida, daqui algum tempo isso vai ruir!
Estamos no iminente risco de sucumbirmos como aconteceu com varias denominações que atentaram para o ter ao invés do ser. Hoje a primeira qualidade para ser alguém no ministério hoje não é ter qualidades que são peculiares ao cargo e descritas pela palavra de Deus, é simplesmente ser abastado financeiramente e ser bajulador que ai consegue-se alguma coisa. Isso de fato ser nojento! 
Brigas internas pelo poder, convenções resolvidas à base de tribunais humanos, é lamentável mais se chegou a esse ponto, tudo por poder, fama, e não querer deixar o cargo em hipótese nenhuma, é triste, mas certa feita ainda muito novo ouvi um reconhecido pastor dizer que Assembleia de Deus era um gigante que estava adormecendo, se o pastor estivesse conosco concordaria que o gigante não somente adormeceu mas está em sono profundo, enquanto outras denominações estão crescendo, estamos dormindo, mas os cegos serão contrários a isso.
Urge então a necessidade de mudança! Quebrar paradigmas, superar sofismas, alternar o poder, voltarmos ao altar para vermos a sabia direção de Deus! É tempo de se levantar homens como Samuel, Isaías, Jeremias, Ageu, Malaquias, homens que não agradem uns e outros, mas que agradem Aquele que os alistou para a peleja.      

Em Cristo
Marcos Serafim Silva