28 de mai de 2014

Busque o trono antes do telefone!

Se como a prata a buscares e como a tesouros escondidos a procurares, Então entenderás o temor do SENHOR, e acharás o conhecimento de Deus. Porque o SENHOR dá a sabedoria; da sua boca é que vem o conhecimento e o entendimento. (Provérbios 2.4-6)

Não corra em busca de conselhos de qualquer pessoa. Ore primeiro, pergunte ao Senhor se é da Sua vontade você buscar o conselho de outro ser humano ou se Ele quer aconselhá-lo Ele mesmo. Eu tive muitos, mas muitos problemas em minha vida, contudo só uma vez busquei o conselho de outra pessoa. Nessa ocasião, visitei uma senhora no ministério que também havia sido abusada. Não quero desmerecê-la, mas ela na verdade não pode me ajudar. Não foi culpa sua; ela simplesmente não foi ungida pelo Senhor para isso.
Deus não tem a obrigação de ungir aquilo que Ele não iniciou. As pessoas tantas vezes correm para outros sem seguirem a orientação e liderança do Espírito Santo, e isso nunca dá bom fruto, nem fruto duradouro. Quando tiver problemas, vá primeiro para o trono antes do telefone. Não quero dizer com isso que estou sugerindo que é errado buscar o conselho dos outros. Só estou sugerindo que é errado buscar o conselho dos outros. Só estou sugerindo que você ore e permita que Deus o oriente e conduza através do seu Espírito Santo. Deixe-o escolher o conselheiro certo para você. Só porque alguém passou pelo que você passou, ou é um amigo chegado, não significa que o indivíduo seja a pessoa certa para aconselhá-lo. Por isso, eu repito, ore!



Fonte : http://www.lagoinha.com/ibl-vida-crista/busque-o-trono-antes-do-telefone/

27 de mai de 2014

O que importa é a mensagem

O que importa é a mensagem
de Dennis Downing

Se você quisesse fazer propaganda sobre um novo produto, quem você escolheria para fazer a campanha? Um ator famoso? Uma atriz bonita? Uma autoridade internacionalmente reconhecida?
O ministério de Jesus aqui na terra começou com um simples mensageiro. Era uma figura esquisita. Ele morava no deserto, comia insetos e se vestia com peles de animais. Ele pregava sobre assuntos nada agradáveis como pecado e arrependimento. E ele fez isso em termos bem radicais.
Hoje, João Batista certamente não seria visto com um bom candidato para fazer propaganda, para iniciar uma campanha para chamar a atenção das pessoas, para proclamar a vinda do Reino de Deus.
Mas, aí está um dos grandes segredos do Evangelho. O importante não é o mensageiro e sim a mensagem.
Você já deixou de dar algum presente a alguém, só porque não conseguiu achar o papel de presente certo? Você procurou e achou o presente perfeito. É algo que seu amado precisa. É algo que ele ou ela quer. É um presente que vai proporcionar tanta felicidade, tanto sentido, tanto valor. É tudo que eles precisam.
Mas, você não consegue encontrar o papel certo para este presente. Você vai em todas as papelarias da cidade, mas, não consegue encontrar. Então, você decide não dar aquele presente. Você coloca no guardaroupa, fecha a porta e pensa, “Só vou dar quando eu achar o papel de presente perfeito.”
Faz sentido? Conhece alguém que fez isso?
Mas, será que não é isso que fazemos às vezes com o Evangelho? Nós queremos falar de Jesus, queremos dar do melhor de tudo que temos para amigos, colegas, parentes.
Mas não conseguimos achar as palavras, o jeito, a hora, o tempo, ou seja, o papel para embrulhar aquele presente.
E, por falta do papel - deixamos passar mais uma semana, mais um mês, mais um ano, sem dar o presente mais especial de todos - nosso Senhor Jesus Cristo.
Da história de João Batista podemos aprender muitas coisas. Porém, algo que não podemos deixar de ver é que não importa o mensageiro – o importante é a mensagem. Não importa nosso jeito, nosso estilo, nosso conhecimento, habilidade, ou qualquer outra coisa. Não importa o papel de embrulho. O mais importante é o presente - o presente da mensagem do Jesus.
Você já deixou de compartilhar Jesus, de falar do seu Senhor para alguém só porque achava que não estava pronto, ou não tinha todas as respostas às perguntas que eles poderiam fazer? Já deixou passar mais um dia, mais uma semana, mais um mês, só porque o “presente” não estava embrulhado do jeito que você queria? O que é mais importante: seu jeito de falar de Jesus? Ou deixar Jesus falar do jeito dEle através de você?
Lembre-se de quem foi o escolhido para anunciar a vinda do Messias. Não foi ninguém com muita habilidade ou jeito. Era alguém rude e sem sofisticação. Mas, era alguém obediente a Deus e que estava pronto, a qualquer hora, de qualquer jeito para anunciar que o maior presente de todos os tempos estava sendo enviado por Deus. Será que você não pode fazer o mesmo?
Ore a Deus e fale. É só isso. Fale. Deus fará a mensagem ser ouvida por quem precisar. E ele fará de você um mensageiro digno do Evangelho. Como João, você não foi chamado para ser o caminho, apenas para prepará-lo para aquele que é o Caminho, a Verdade e a Vida. Você conhece pessoas que precisam conhecê-Lo. E Ele lhe escolheu para prepará-los para este encontro. Que Deus lhe abençoe.


Fonte : http://www.hermeneutica.com/ 

26 de mai de 2014

Mudança de sexo é mesmo possível?

Por Ciro Sanches Zibordi

Muito se fala, na contemporaneidade, de cirurgia de mudança de sexo. Mas sexo não se muda! Quem nasceu homem é homem para sempre. Quem nasceu mulher é mulher para sempre. Mesmo que pessoas façam cirurgias para mudança de sexo, sua condição original permanece. O que pode ser mudada é a orientação sexual, e não o sexo, propriamente dito.
À luz da biologia e também da Bíblia (a qual, para mim, é a Palavra de Deus), seres humanos nascem homem (macho) ou mulher (fêmea). E foi o Senhor Jesus quem ensinou isso (Mateus 19), corroborando o que está escrito nos primeiros capítulos do livro de Gênesis. Não existe homem no corpo de mulher, tampouco mulher no corpo de homem. Homem é homem; mulher é mulher.
Entretanto, repito, no que tange à orientação sexual, como se trata de um comportamento, uma pessoa escolhe, quando tem maturidade para isso, a opção que melhor lhe agrada. Tanto que a cantora Daniela Mercury, depois de muitos anos como heterossexual, resolveu tornar-se homossexual. Por que alguém que outrora escolheu a homossexualidade não pode, igualmente, reorientar-se e retomar a heterossexualidade?
Se quisermos ser coerentes e inimigos figadais do fundamentalismo, devemos, por conseguinte, considerar todas as possibilidades. Caso contrário, abraçaremos a ditadura gay. #ProntoFalei, de novo, quer gostem, quer não gostem.


 Ciro Sanches Zibordi
Pastor na AD-Niteroi - RJ

23 de mai de 2014

DEVOCIONAL - Não seja um sabe-tudo


Este é o Deus cujo caminho é perfeito; a palavra do Senhor é comprovadamente genuína. Ele é um escudo para todos os que nele se refugiam. (Salmos 18:30)

A verdade da Palavra escrita de Deus nos mantém estáveis durante as tempestades da vida. Podemos esperar ouvir Deus através de Sua Palavra escrita. Ela nunca muda nem oscila na sua intenção a nosso respeito. Ainda que a Palavra não fale especificamente sobre os detalhes da situação que estamos enfrentando, ele fala do coração e do caráter de Deus e nos garante que Ele sempre cuidará de nós e fará um caminho para nós.
A Palavra ensina que o nosso conhecimento é fragmentado, incompleto e imperfeito. De acordo com I Coríntios 13:9, conhecemos apenas “em parte”. Isso me diz que nunca haverá um tempo em nossas vidas em que podemos dizer: “Sei tudo o que preciso saber”. Vá até Deus humildemente e tenha fome de aprender da Sua Palavra. Peça a Ele diariamente para ensinar a você o que deve fazer em cada situação.
Receba o Espírito Santo como seu professor para que Ele possa conduzi-lo diariamente a toda a verdade (ver João 16:13). Ele lhe revelará coisas que você jamais poderia entender sozinho. Decidi ser um eterno aprendiz e recomendo enfaticamente o mesmo para você.

A PALAVRA DE DEUS PARA VOCÊ HOJE: não seja um sabe-tudo; peça a Deus para lhe ensinar o que você precisa aprender hoje.


FONTE : http://www.lagoinha.com/ibl-vida-crista/nao-seja-um-sabe-tudo/ 

22 de mai de 2014

DEVOCIONAL - Perdão - Abba Moisés e o julgamento

Perdão

 Abba Moisés e o julgamento

Certa vez um rabino, Abba Moisés, foi chamado para um concílio. Era para julgar a falha de um homem.
O rabino foi à reunião carregando uma jarra cheia de água, porém com um buraco no fundo. Quando o viram, perguntaram "Ó rabino, que é isso"?
O velho rabino falou "Meus pecados derramam por trás de mim e eu não os vejo. E hoje vim julgar os erros de outro." Quando os outros ouviram, perdoaram o homem. 


Traduzido de The Sayings of the Desert Fathers, translated by Benedicta Ward em “A Guide To Prayer For All God's People”, Job and Shawchuck, Nashville: Upper Room Books, 1990. p.360


Fonte : http://www.hermeneutica.com/ilustracoes/perdao.html

21 de mai de 2014

DEVOCIONAL - É POSSÍVEL!

“Se o seu olho direito o fizer pecar, arranque-o e lance-o fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ser todo ele lançado no inferno. E se a sua mão direita o fizer pecar, corte-a e lance-a fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ir todo ele para o inferno.”
Mateus 5:29-30

Pensamento: Aqui é reconhecido pela maioria dos intérpretes que Jesus está usando hipérbole. Ou seja, ele está exagerando para chamar a atenção dos seus ouvintes. Deus não espera que literalmente cortemos mãos ou arranquemos olhos. Se o desejo de cometer adultério nasce na mente (vv. 27-28), cortar uma parte do corpo não vai removê-lo. O ponto de Jesus é como precisamos ser radicais em tratar o pecado. Há muitas coisas que são convenientes, úteis e até boas como cinema, TV, Internet e passeios na praia. Mas, se estas coisas nos colocam em situações em que acabamos cedendo à tentação, precisamos ser radicais com elas. Está com dúvidas sobre alguma pessoa, alguma situação, algum hábito ou passatempo? Se estiver com dúvidas, é melhor parar enquanto houver tempo. É possível viver sem TV, sem Internet ou qualquer outra coisa que se torna caminho para a destruição da sua alma. Esta perda agora se compara com a perda da sua vida eterna? Se você não trocaria sua alma por toda a riqueza no mundo inteiro, faz sentido trocá-la por um pouquinho de prazer?

Oração: Pai Santo, por favor, conceda a mim e a todos que lêem esta reflexão a radicalidade que precisamos para preservar nossas almas e nossa vida eterna. O que o Senhor já preparou para nós e o sacrifício que Jesus já fez por nós merecem todo nosso esforço. Em nome de Jesus oramos. Amém.


Fonte: http://www.hermeneutica.com/

20 de mai de 2014

8 Mulheres com quem um homem cristão não deve casar-se

Por J. Lee Grady

Em resposta eu recebi inúmeras solicitações para compartilhar diretrizes para homens que estão procurando por esposas. Desde que estou orientando vários homens jovens agora mesmo e tenho visto alguns deles se casarem com sucesso durante os últimos anos, não foi difícil esboçar essa lista. Estas são as mulheres que eu digo aos meus filhos espirituais para evitarem:

1. A descrente. Na última coluna da semana, eu lembrei as mulheres que a Bíblia é absolutamente clara neste ponto: cristãos não deveriam casar com descrentes. 2 Co 6.14 diz: “Não vos prendais a um jugo desigual com os incrédulos; pois que sociedade tem a justiça com a injustiça? ou que comunhão tem a luz com as trevas?” Afora a sua decisão de seguir a Cristo, o casamento é a mais importante decisão que você fará. Você precisa de uma esposa que ame Jesus mais do que ela ame você. Coloque a maturidade espiritual no topo de sua lista de qualidades que você quer em uma esposa.

2. A garota material. Um dos meus jovens amigos ficou noivo de uma garota de uma família rica. Ele economizou dinheiro por meses para comprar um anel, mas quando ele propôs ela disse para ele que ele precisava voltar na joalheria para comprar um diamante maior. Ela incitou seu noivo para se endividar com um anel que servissem às suas expectativas. Ela queria um Tiffany’s lifestyle em seu orçamento da Wal-Mart. Eu adverti meu amigo de que ela estava em sérios apuros. A menos que você queira viver endividado pelo resto da sua vida, não se case com uma garota que tem os sinais do dólar em seus olhos e oito cartões de crédito em sua bolsa da Gucci.

3. A diva. Alguns garotos gostam de impressionar e fingir que são superiores às mulheres. As divas são a versão feminina deste pesadelo. Elas acham que o mundo gira em torno delas, e elas não pensam duas vezes sobre magoar alguém. Suas palavras são ásperas e seu estalar de dedos demandam que são imoderadas. Algumas dessas mulheres poderiam terminar nas posições de liderança na igreja, mas não ser enganadas por sua conversa super espiritual. Líderes reais são humildes. Se vocês não veem humildade cristã nas mulheres que vocês estão namorando, caiam fora delas e continue procurando.

4. A Dalila. Lembra de Sansão? Ele foi ungido por Deus com força super humana, mas ele perdeu seu poder quando uma mulher sedutora descobriu seu segredo e deu ao seu homem o mais famoso corte de cabelo do mundo. Assim como Dalila, uma mulher que não tem submetido sua sexualidade a Deus cegará você com seus charmes, quebrantará seu coração e “cortará” a sua unção. Se a mulher “cristã” que você conheceu na igreja se veste de forma provocante, se diverte com outros garotos, posta comentários sexualmente inapropriados no facebook ou conta para você que ela se sente bem com sexo antes do casamento, saia desse relacionamento antes que ela arme uma cilada para você.

5. A mulher contenciosa. Um jovem me contou recentemente que ele namorou uma garota que tinha sérios ressentimentos em seu coração por causa das dores passadas. “Antes eu proporia, eu contei para minha noiva que ela tinha que tratar isso”, ele explicou. “Teria sido o fim, mas houve um poderoso avanço e agora estamos noivos”. Este garoto percebeu que a amargura não resolvida pode arruinar o casamento. Provérbios 21.9 diz: “Melhor é morar num canto do eirado, do que com a mulher rixosa numa casa ampla.” Se a mulher como quem você está namorando está fervilhando com raiva e falta de perdão, sua vida juntos será arruinada com discussão, portas batendo e drama sem fim. Insista que ela obtenha oração e aconselhamento.

6. A controladora. O casamento é uma parceria, e a única forma dele funcionar é ambos marido e mulher praticarem submissão mútua de acordo com Efésios 5.21. Assim como alguns rapazes pensam que eles podem conduzir um casamento como uma ditadura, algumas mulheres tentam manipular as decisões para escapar deles. Por isso o aconselhamento pré-nupcial é tão importante! Você não quer esperar até que você tenha sido casado por duas semanas para descobrir que sua esposa não confia em você e querer exercer autoridade. 

7. A garota da mamãe. É normal para uma nova esposa chamar a sua mãe regularmente para aconselhamento e apoio. Não é normal para ela conversar com sua mãe cinco vezes por dia sobre todo detalhe do seu casamento, incluindo sua vida sexual. Isto é estranho. No entanto eu tenho aconselhado rapazes cujas esposas deixaram suas mães (ou pais) o total controle de seus casamentos. Gênesis 2.24 diz que o homem deve deixar seus pais e se unir a sua esposa. Se sua namorada não cortou o cordão umbilical, tenha cuidado.

8. A viciada. Muitas pessoas na igreja hoje não têm sido discipuladas corretamente. Muitas ainda lutam com vários tipos de vícios - álcool, drogas ilegais, medicamentos de prescrição ou pornografia - ou porque nós não confrontamos esses pecados no púlpito ou não oferecemos apoio compassivo suficiente para combatê-los. Jesus pode libertar completamente uma pessoa desses hábitos, mas você não pode querer esperar até que você esteja casado para descobrir que sua esposa não está sóbria. Você ainda pode ser chamado para se casar, mas não é sábio amarrar o nó até que sua namorada encare seus problemas de frente. 
A melhor regra a seguir na escolha de uma esposa está em provérbios 31.30: “Enganosa é a graça, e vã é a formosura; mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada.” Veja além das qualidades exteriores que o mundo diz serem importantes, e olhe o coração.

Fonte:http://bereianos.blogspot.com.br/2014/02/8-mulheres-com-quem-um-homem-cristao.html#.U3ti9vldUx4


19 de mai de 2014

DEVOCIONAL - A PRATICA DO PERDÃO


Pensamento: Somente quando precisamos perdoar, percebemos o quanto isso é difícil !!! Principalmente quando a pessoa que nos ofendeu é alguém que amamos !!! O perdão é necessário para haver cura emocional e espiritual. O inimigo faz de tudo para prejudicar nossos melhores relacionamentos, porque o pecado e a falta de perdão também prejudicam nossa relação com Deus. Diante disso, o melhor a fazer é lembrar-se de que nossa luta não é contra carne ou sangue !!! Por isso, mesmo que tenhamos muita, mas muita, muita vontade mesmo, de praticar nossa própria justiça, trazer tudo à tona, e expor as pessoas que nos causam tamanho sofrimento, precisamos escolher praticar o amor de Jesus, suportando tudo em silêncio, aceitando a injustiça da ofensa, a deslealdade do pecado, e ficarmos prontos para perdoar, porque Deus faz cumprir Sua justiça, e Ele se agrada em quem nEle espera.


Oração: Pai querido, quando eu decidi entregar minha vida ao Senhor, eu não estava falando isso da boca pra fora, eu realmente entreguei tudo a Ti !!! Inclusive minhas emoções, que já não são minhas, pois entreguei meu coração ao Senhor e ele é totalmente Seu !!! Diante disso, eu não aceito que esta ofensa continue tirando minha alegria de viver, e não continue tirando a minha vontade de continuar firme na caminhada !!!, Quando eu pedi mais do Seu amor, eu também não estava pedindo isso da boca pra fora, eu realmente quero mais do Seu amor, e eu entendo que o amor maior de Jesus, é o Seu perdão. Por isso eu clamo ao Senhor, que este amor esteja sobre mim, para que eu possa estar preparado para perdoar estas pessoas. Eu oro em nome de Jesus. Amém.


Fonte: http://www.devocionaldiario.com.br/

16 de mai de 2014

DEVOCIONAL - O MENINO E O BARQUINHO

Certa vez um homem que morava em um interior ensinou o seu filho a fazer uma jangada de madeira. Um barquinho para brincar no riacho.
Ele ensinou o filho a cortar a madeira. Depois ensinou a dar os nós que prenderiam as madeiras umas as outras. Depois da pintura estava pronto o barquinho.
Todos os dias o garoto brincava com o barquinho num riacho próximo de sua casa. Num determinado dia a correnteza do riacho estava mais forte que a de costume.
Num momento de descuido do garoto o barquinho seguiu correnteza abaixo. O garoto correu atrás do barco, mas seu esforço foi em vão.
E o barquinho foi levado pela correnteza.
A tristeza tomou conta do garoto de modo que seu pai fez de tudo que podia para melhorar o humor do garoto: deu um galo, umas cabrinhas (coisa de quem mora no interior), e nada do menino se animar.
Um dia o pai do garoto teve que ir à cidade para comprar algumas coisas. Depois das compras o pai levou o garoto a uma loja de coisas antigas.
E para surpresa de todos, na vitrine da loja o menino viu o seu barquinho.
Pai olha meu barquinho!
O pai respondeu: tem certeza?
Sim! Veja o nó que o senhor me ensinou a fazer... Olha a marca que eu fiz na madeira... É o meu barquinho!
O menino entrou na loja e disse à moça que estava no balcão:
Moça aquele é meu barquinho.
A moça disse que não era possível aquele barquinho ser do menino, mas o menino insistiu e mostrou os detalhes que ele próprio tinha feito, então a moça disse que o barco poderia até ter sido dele, mas ela havia comprado e só sairia da loja vendido.
O garoto olhou para o pai, porém o pai já estava sem dinheiro. Voltaram então para casa deixando o barquinho na loja.
Ao chegar em casa o garoto pegou o galo, as cabras e os vendeu, guardando o dinheiro sem que ninguém soubesse.
No mês seguinte seu pai lhe chama e diz que iria novamente à cidade para comprar algumas coisas e pergunta se o garoto queria ir com ele.
Sem demora o garoto vai onde guardou o dinheiro e coloca no bolso. Chegando à cidade o menino pede ao pai para ir à loja do barquinho.
Quando entra na loja vai ao balcão e diz à moça;
Vim buscar meu barquinho!
A moça responde ele só sai daqui vendido.
Quanto é? Perguntou o garoto.
A moça do balcão responde que é X.
O garoto tira o dinheiro do bolso e paga pelo barquinho. A moça pergunta se ele quer embrulhar, mas o garoto toma o barco da mão dela e abraça forte o barquinho e diz repetidamente, você é meu duas vezes, você é meu duas vezes, você é meu duas vezes.
A moça da loja pergunta por que ele está dizendo que o barco é dele duas vezes? O garoto responde que o barquinho é dele duas vezes, porque uma vez ele fez e a outra vez, porque ele comprou.
Do mesmo modo somos nós em relação a Deus. Somos filhos dele porque ele nos fez. Isso é inquestionável. Mas precisamos ser filhos de Deus duas vezes.
Uma porque ele nos fez e outra porque ele nos comprou.
Um dia as correntezas da vida nos levaram para longe dele. Essas correntezas de maneira súbita nos jogaram em um vale enlameado e escuro donde não conseguimos sair sozinhos.
Porém, um dia o filho de Deus, Jesus Cristo, veio a este mundo para nos mostrar a luz, para nos mostrar o caminho para fora desse vale escuro e nos dar vida.
Jesus veio a este mundo para pagar o preço por nossas vidas. Esse preço foi pago lá na cruz do calvário.
Jesus pagou o preço para que todos quanto o recebessem fossem feitos filhos de Deus. Filhos duas vezes: uma porque ele nos fez e outra, porque nos comprou com a sua própria vida na cruz do calvário.
Ás vezes a vida se torna difícil e amarga. Não são poucos os problemas que temos que enfrentar e mal superamos um aparece outro ainda maior.
Quantas vezes não olhamos para dentro de nossas próprias casas e dizemos isso é uma família? Saiba que a vida sempre nos apresentará dissabores, mas uma coisa é enfrentarmos esses dissabores sozinhos e outra é enfrentá-los sabendo que Deus está do nosso lado.
É como um pai age em relação a seu filho: protegendo, zelando, guiando pelos melhores caminhos, se sacrificando para que você tenha o melhor.
E o melhor que podemos garantir para nossas vidas é ter a certeza de passarmos a eternidade ao lado de Deus, mediante a pessoa de Jesus Cristo.
Deixe Deus mudar a tua história!


Fonte: www.toquedefe.com.br

15 de mai de 2014

DEVOCIONAL - REGOZIJAIS-VOS SEMPRE!

Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.(1 Tessalonicenses 5:16-18)

Pensamento: Onde seu coração reside? Este é o assunto desses versículos? São sobre aonde passamos a maior parte do tempo com os nossos corações. Há uma ciência constante na sua vida que Deus está presente? Ou Deus está presente na sua conveniência e se ausenta quando você está ocupado ou sente que está tudo bem? A alegria vem ao saber que nunca estamos sozinhos. A oração é a conversa contínua que temos, Espírito para Espírito, filho ao Aba, humano com Deus. Agradecimento e alegria são os lembretes que temos sido abençoados, mesmo apesar do que as circunstâncias implicam.

Oração: Precioso e Santo Pai, obrigado por ser constante, sempre. Dê-me uma apreciação e ciência mais profundas da sua presença hoje. Que minha vida possa refletir a alegria que o Senhor me dá por ter me salvo por sua graça. E que meu coração sempre ache o seu lar no Senhor. Através do nome de Jesus, meu Salvador e amigo, eu oro. Amém.


http://www.iluminalma.com.br/dph/1/0507.html 

13 de mai de 2014

DEVOCIONAL - Livres da ditadura da carne

Se você quer colocar debaixo de seus pés a pecaminosidade latente, considere a proposta de Jesus Cristo: “Se alguém quer ser meu seguidor, que esqueça os seus próprios interesses, e seja pronto cada dia para morrer como eu vou morrer e me acompanhe” (Lc 9.23, NTLH). Tome, então, as seguintes providências:

Primeira - Aceite humildemente o diagnóstico das Sagradas Escrituras. Você é portador de uma doença moral grave, incômoda, persistente e incurável.

Segunda - Tenha misericórdia dos outros, pois o mal que os acomete é também o mal que você carrega dentro de si.

Terceira - Peça socorro a Deus. Diga como Paulo: “Que situação terrível, esta em que estou! Quem é que me livrará da minha escravidão a esta mortífera natureza inferior?” (Rm 7.24, BV). Ou como o salmista: “De onde me virá o socorro?” (Sl 121.1).

Quarta - Alimente o bem, e não o mal; o Espírito de Deus, e não a carne; o lado angelical, e não o lado diabólico; a natureza superior, e não a natureza inferior; o “Pequeno Ubaldo”, e não o “Grande Ubaldo”. Não veja, não ouça, não leia, não manuseie, não engula nada que estimule a pecaminosidade latente. Mas escancare os olhos e os ouvidos para absorver o alimento espiritual. A leitura cuidadosa e meditativa da Bíblia e a prática da oração bem feita são exercícios fundamentais para robustecer a alma.

Quinta - Uma vez bem alimentado, diga sempre “não” à vontade pecaminosa, à carne, à “parte maldita”, aos “impulsos negativos”, ao princípio do mal, à velha natureza, ao pecado em estado latente. Renuncie a si mesmo. Não acorde o “leão adormecido”. Para ser discípulo de Jesus você precisa aprender a negar-se a si mesmo.

Sexta - Aguarde a plenitude da salvação, quando você será salvo também da presença do pecado, por meio de novo corpo (1 Co 15.42-49), novos céus e nova terra (2 Pe 3.13). Você já foi salvo da culpa do pecado (justificação) e do poder do pecado (santificação). Falta ainda ser salvo da presença do pecado (glorificação). Essa derradeira e bem-aventurada salvação está a caminho.



Fonte: http://www.ultimato.com.br/revista/artigos/277/livres-da-ditadura-da-carne 

11 de mai de 2014

Especial Dias das Mães - Mulheres Fantásticas

Grandes mulheres, algumas sem nome, foram progenitoras de homens notáveis e em seus úteros acolheram grandes personagens bíblicos e da historia.
A mãe de todos os que têm vida, Eva, foi progenitora de toda a raça humana. Eva foi à primeira mulher a conceber um filho, a primeira a abrigar um óvulo fertilizado em seu útero, dela nasceria um que esmagaria a cabeça da serpente.
A progenitora de Noé embalou e acalentou aquele que posteriormente seria alvo da grande misericórdia de Deus para com a raça humana, guardando-o de um dilúvio que destruiria a raça humana.
A esposa de Noé ninguém sabe seu nome, porem sabemos que era totalmente virtuosa e submissa a Deus e a Noé, numa época onde imperava o pecado e maldade nos corações humanos, depois destes grandes acontecimentos foi protagonista juntamente com seu esposo a uma nova fase da humanidade.
O ventre que gerou Abraão considerado pai da fé, Sara esposa de Abraão que na sua velhice gerou a Isaque, dando assim continuidade no que Deus lhe havia prometido.
Rebeca que foi progenitora de dois grandes reinos, de seus filhos Esaú e Jacó descenderia filhos e filhas que posteriormente seriam grandes nações.
Joquebede uma escrava hebreia, que no Egito gerou Moisés, Miriã e Arão. Moisés sendo filho legítimo de Joquebede foi adotado pela filha de Faraó, uma moça de coração compassivo, meigo e nobre, usada por Deus para salvar Moisés que seria grande libertador de Israel.
Ventres geraram grandes juízes em Israel, dentre os quais a esposa de Manoá, que até aqui a conhecíamos como a mulher de Manoá, agora, a chamaremos de mãe de Sansão, que foi juiz em Israel e foi considerado o homem mais forte que já existiu na face da terra.
Ana assim como Sara, Rebeca, e outras mulheres amáveis tinha a madre cerrada, porém sua alma se derramou perante o Senhor em Siló, mesmo sendo confundida como uma mulher embriagada, Deus, no entanto abriu sua madre e ela gerou Samuel, o ultimo juiz em Israel, profeta, sacerdote , homem de profunda piedade e discernimento espiritual dedicava-se totalmente à realização dos propósitos de Deus para o bem de Israel.
Dentre tantas outras mulheres que geraram em seus ventres perolas preciosas, está à mãe do nosso Salvador Jesus, que veio de Deus, por obra e graça do Espírito de Deus, foi gerado no útero materno de Maria, a mais agraciada entre as demais, pois dela nasceu aquele de quem os reis, profetas, e o próprio Deus falaram.
Seus seios amamentaram , suas mãos embalaram ,acariciaram, pentearam, deram de comer, para aquele que seria o Salvador do Mundo.
Sofreu também a maior dor de ver seu filho , apanhando, sendo chicoteado, e posteriormente crucificado, nenhuma mãe deste mundo gostaria de presenciar esta cena, porem ela esteve presente e jamais o desamparou.
Teve também a maior alegria quando viu seu filho que estava ressurreto vencendo a morte e triunfando sobre ela, e seus olhos presenciaram sua ascensão aos céus para ocupar seu lugar de direito.
Mulheres como Suzana Wesley, a mãe de John Wesley, foi um clérigo anglicano e teólogo cristão britânico, líder precursor do movimento metodista e, ao lado de William Booth, um dos dois maiores avivacionistas da Grã-Bretanha. Maria Elisabetha Lämmerhirt, mãe de Johann Sebastian Bach foi um cantor, compositor, cravista, pianista, maestro, organista, professor, violinista e violista oriundo do Sacro Império Romano-Germânico, atual Alemanha.
É no livro de Provérbios que encontramos a descrição da mulher que todo marido gostaria de ter. Ela é uma mulher que possui tantos bons atributos que, com certeza, além de ser virtuosa ela é uma mulher segundo o coração de Deus, uma mulher virtuosa!
Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas. (Sêneca).


Soli Deo Gloria 

Pr. Marcos Serafim Silva 

8 de mai de 2014

DEVOCIONAL - PERDÃO

Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão; (Mateus 18:15)

Pensamento: Às vezes é muito difícil fazer o que é certo. Parece muito mais fácil fofocar sobre alguém que tem nos decepcionado, ou mencioná-los num grupo de oração (como alguém que precisa de oração), ou deixar dicas sobre a pessoa quando estamos falando sobre "cristãos fracos". Mas, somente uma coisa é a coisa certa quando somos feridos pela ação de um outro irmão em Cristo! Vá até a pessoa que te feriu, tente minimizar os danos e conter o problema só entre vocês dois, e reconciliem-se um com outro. Este é o desejo de Deus, e deve ser nosso alvo como filhos dEle.


Oração: Senhor Deus Soberano, perdoe minhas ações tolas e egoístas. Dê-me a coragem para enfrentar aqueles que me magoam, com amor. Se não consigo reconciliar-me com a pessoa, ajude-me, através do poder do seu Espírito Santo, a perdoar como o Senhor tem me perdoado. Em nome de Jesus, eu oro. Amém.


Fonte : http://www.devocionaldiario.com.br/ 

7 de mai de 2014

DEVOCIONAL - UMA PROFESSORA CHAMADA FORMIGA

Certa vez, um homem viu uma formiga que carregava uma enorme folha. A formiga era pequena e a folha devia ter, no mínimo, dez vezes o tamanho dela.
A formiga a carregava com sacrifício. Ora a arrastava, ora a tinha sobre a cabeça. Quando o vento batia, a folha tombava, fazendo a formiga cair também. Foram muitos os tropeços, mas nem por isso a formiga desanimou de sua tarefa.
O homem a observou e acompanhou, até aonde aquela formiguinha conseguiria levar sua folha. Logo a formiguinha chegou próximo de um buraco, que devia ser a porta de sua casa.
Foi quando aquele homem pensou: “Até que enfim ela terminou seu empreendimento! Coitada!”. Mera  ilusão. Na verdade, havia apenas terminado uma etapa. A folha era muito maior do que a boca do buraco, o que fez com que a formiga a deixasse do lado de fora para, então, entrar sozinha.
Foi aí que o homem pensou: “Coitada, tanto sacrifício para nada.” Passado alguns minutos, para a surpresa daquele homem saíram do buraco outras formigas, que começaram a cortar a folha em pequenos pedaços.
Elas pareciam alegres na tarefa. Em pouco tempo, a grande folha havia desaparecido, dando lugar a pequenos pedaços que rapidamente foram levados para dentro do buraco.
 Imediatamente, o homem começou a refletir sobre suas experiências, de quantas vezes, ele havia desanimado diante do tamanho das tarefas ou dificuldades.
Talvez, se a formiga tivesse olhado para o tamanho da folha, nem mesmo teria começado a carregá-la. Isto fez com que aquele homem transformasse aquela reflexão em oração ao Senhor. Ele orou:
- Senhor, dá-me a tenacidade daquela formiga, para “carregar” as dificuldades do dia-a-dia.
- Dá-me a perseverança da formiga, para não desanimar diante das quedas.
- Dá-me a inteligência, a esperteza dela, para dividir em pedaços o fardo que, às vezes, se apresenta grande demais.
- Dá-me a humildade para partilhar com os outros o êxito da chegada, mesmo que o trajeto tivesse sido solitário.
- Dá-me a graça de, como aquela formiga, não desistir da caminhada, mesmo quando os ventos contrários me fazem virar de cabeça para baixo, mesmo quando, pelo tamanho da carga, não consigo ver com nitidez o caminho a percorrer.

Fonte: www.esbocandoideias.com/2014/03/ilustracoes-cristas-uma-professora-chamada-formiga.html

6 de mai de 2014

DEVOCIONAL - ENGANOSO É O CORAÇÃO.

Há alguns anos foi exposto em Londres um quadro que causou sensação. Visto de longe, o quadro mostrava um monge numa profunda e piedosa meditação; mas, contemplado de perto, descobria-se que o monge estava ocupado em espremer um limão dentro de um copo.
Esse quadro é uma ilustração perfeita do coração humano: visto de longe parece bom, nobre, honesto, altruísta e justo, porém, contemplado de perto, está cheio de pecado e veneno. Esta é a condição do coração do homem não regenerado pelo Espírito Santo.
Certo dia, um rabino perguntou aos seus discípulos qual seria melhor de se trilhar o caminho reto. Um dos discípulos disse: - Adquirindo bom senso. Um outro ajuntou: - Sendo prudente. O terceiro acrescentou: - Sendo sábio. O quarto disse: - Segundo o meu modo de ver, o melhor de tudo seria ter um bom coração!
-É o certo - respondeu o rabino - reunistes na tua resposta tudo quanto os outros têm dito. Aquele que tem um bom coração, é certo de que também possui bom senso, é prudente e também é sábio. Por isso, cada um devia exercitar seu coração na bondade, na lealdade e na mansidão, e assim estaria livre de muitos sofrimentos.
Eis aí porque orar como o salmista: "Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto" (Sl 51.10).


Fonte : www.familiaegraca.com.br