11 de mai de 2014

Especial Dias das Mães - Mulheres Fantásticas

Grandes mulheres, algumas sem nome, foram progenitoras de homens notáveis e em seus úteros acolheram grandes personagens bíblicos e da historia.
A mãe de todos os que têm vida, Eva, foi progenitora de toda a raça humana. Eva foi à primeira mulher a conceber um filho, a primeira a abrigar um óvulo fertilizado em seu útero, dela nasceria um que esmagaria a cabeça da serpente.
A progenitora de Noé embalou e acalentou aquele que posteriormente seria alvo da grande misericórdia de Deus para com a raça humana, guardando-o de um dilúvio que destruiria a raça humana.
A esposa de Noé ninguém sabe seu nome, porem sabemos que era totalmente virtuosa e submissa a Deus e a Noé, numa época onde imperava o pecado e maldade nos corações humanos, depois destes grandes acontecimentos foi protagonista juntamente com seu esposo a uma nova fase da humanidade.
O ventre que gerou Abraão considerado pai da fé, Sara esposa de Abraão que na sua velhice gerou a Isaque, dando assim continuidade no que Deus lhe havia prometido.
Rebeca que foi progenitora de dois grandes reinos, de seus filhos Esaú e Jacó descenderia filhos e filhas que posteriormente seriam grandes nações.
Joquebede uma escrava hebreia, que no Egito gerou Moisés, Miriã e Arão. Moisés sendo filho legítimo de Joquebede foi adotado pela filha de Faraó, uma moça de coração compassivo, meigo e nobre, usada por Deus para salvar Moisés que seria grande libertador de Israel.
Ventres geraram grandes juízes em Israel, dentre os quais a esposa de Manoá, que até aqui a conhecíamos como a mulher de Manoá, agora, a chamaremos de mãe de Sansão, que foi juiz em Israel e foi considerado o homem mais forte que já existiu na face da terra.
Ana assim como Sara, Rebeca, e outras mulheres amáveis tinha a madre cerrada, porém sua alma se derramou perante o Senhor em Siló, mesmo sendo confundida como uma mulher embriagada, Deus, no entanto abriu sua madre e ela gerou Samuel, o ultimo juiz em Israel, profeta, sacerdote , homem de profunda piedade e discernimento espiritual dedicava-se totalmente à realização dos propósitos de Deus para o bem de Israel.
Dentre tantas outras mulheres que geraram em seus ventres perolas preciosas, está à mãe do nosso Salvador Jesus, que veio de Deus, por obra e graça do Espírito de Deus, foi gerado no útero materno de Maria, a mais agraciada entre as demais, pois dela nasceu aquele de quem os reis, profetas, e o próprio Deus falaram.
Seus seios amamentaram , suas mãos embalaram ,acariciaram, pentearam, deram de comer, para aquele que seria o Salvador do Mundo.
Sofreu também a maior dor de ver seu filho , apanhando, sendo chicoteado, e posteriormente crucificado, nenhuma mãe deste mundo gostaria de presenciar esta cena, porem ela esteve presente e jamais o desamparou.
Teve também a maior alegria quando viu seu filho que estava ressurreto vencendo a morte e triunfando sobre ela, e seus olhos presenciaram sua ascensão aos céus para ocupar seu lugar de direito.
Mulheres como Suzana Wesley, a mãe de John Wesley, foi um clérigo anglicano e teólogo cristão britânico, líder precursor do movimento metodista e, ao lado de William Booth, um dos dois maiores avivacionistas da Grã-Bretanha. Maria Elisabetha Lämmerhirt, mãe de Johann Sebastian Bach foi um cantor, compositor, cravista, pianista, maestro, organista, professor, violinista e violista oriundo do Sacro Império Romano-Germânico, atual Alemanha.
É no livro de Provérbios que encontramos a descrição da mulher que todo marido gostaria de ter. Ela é uma mulher que possui tantos bons atributos que, com certeza, além de ser virtuosa ela é uma mulher segundo o coração de Deus, uma mulher virtuosa!
Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas. (Sêneca).


Soli Deo Gloria 

Pr. Marcos Serafim Silva 

Nenhum comentário: