22 de abr de 2013

Serie Mulheres


Leia no Serie Mulheres
Abigail – Apaziguando tempos difíceis 

16 de abr de 2013

Vem ai !!!!


Em breve neste blog 

Uma serie só para mulheres, abordandoe conceituando as personagens femininas da biblia.

Te espero!!!!

Pr. Marcos  Serafim Silva



13 de abr de 2013

7 de abr de 2013

Marcando nossa Geração







 Texto base :  Mas vós sois a geração eleita -  1 Pedro 2.9a

Introdução:
Segundo a definição do dicionário Aurélio geração significa função pela qual os seres organizados se reproduzem. / Série de organismos semelhantes que se originam uns dos outros. / Linhagem, ascendência, genealogia. / Espaço de tempo que separa cada grau de filiação: cada século compreende cerca de três gerações. / Qualquer fase necessária para manter a sobrevivência de uma espécie. Uma etapa da descendência natural deve ser seguida por outra. Por exemplo, os pais representam uma geração, os filhos representam a geração seguinte. Considera-se como período de tempo de cada geração humana cerca de 25 anos.
Épocas foram marcadas por gerações tais como:

1 - Geração Perdida

Lost Generation (Geração Perdida) é um termo atribuído tradicionalmente a Gertrude Stein. Popularizado por Ernest Hemingway em seu livro O Sol Também se Levanta e em suas memórias no livro A Moveable Feast.
Refere-se a um grupo de celebridades literárias americanas que viveram Paris e em outras partes da Europa no período de tempo em que se viu o fim da Primeira Guerra Mundial, no começo da Grande Depressão.
Entre seus membros mais notórios, incluiram-se Ernest Hemingway, F. Scott Fitzgerald, Ezra Pound, Sherwood Anderson, Waldo Peirce, John Dos Passos, e T. S. Eliot. Embora fosse irlandês, James Joyce faria parte deste movimento com seu romance Ulisses, considerado por muitos estudiosos um dos mais importantes desta geração.
Esta geração também produziu artistas da primeira florescência da música tradicional norte-americana, o jazz.

2 - Geração Grandiosa

Também chamada de geração Tradicional, é a geração que enfrentou uma grande guerra e passou pela Grande Depressão. Com os países arrasados, precisaram reconstruir o mundo e sobreviver. São práticos, dedicados, gostam de hierarquias rígidas, fica bastante tempo na mesma empresa e sacrificam-se para alcançar seus objetivos.

3-  Geração Baby Bom )

Baby Boom é uma definição genérica para crianças nascidas durante uma explosão populacional - Baby Boom em inglês, ou, em uma tradução livre, Explosão de Bebês. Dessa forma, quando definimos uma geração como Baby Boomer é necessário definir a qual Baby Boom, ou explosão populacional estamos nos referindo. Em geral, a atual definição de Baby boomer, se refere aos filhos da Segunda Guerra Mundial, já que logo após a guerra houve uma explosão populacional. Nascidos entre 1943 e 1964, hoje são indivíduos que foram jovens durante as décadas de 60 e 70 e acompanhou de perto as mudanças culturais e sociais dessas duas décadas, como exemplo a Musica Disco. O termo popularizou-se no pós Segunda Guerra Mundial, quando houve um aumento importante da natalidade nos Estados Unidos. Muitos soldados estavam voltando para suas casas, e a natalidade aumentou. Trata-se da manifestação no ser humano de um reflexo biológico muito comum em espécies que se encontram ameaçado. Eventos hostis de curta ou longa duração provocam aumento na atividade reprodutiva e na prole.

4- Geração X

Geração X, também abreviado como Gen X, é o termo que refere-se a geração nascida após o "Baby boom". Embora não haja acordo em relação ao período que a expressão abrange, ela geralmente inclui as pessoas nascidas a partir do início dos anos 1960 até o final dos anos 1970, podendo alcançar o início dos anos 1980, sem contudo ultrapassar 1984.
O problema decorre da dificuldade em definir exatamente uma geração em função do ano de nascimento. Como Fran Kick explica, não existe uma linha rígida a separar 31 de dezembro de um ano de 1 de janeiro do seguinte. Freqüentemente, a mudança entre gerações ocorre ao longo de 3 a 5 anos, talvez mais, dependendo de para quem se pergunta.
O termo, também, foi usado em diversos tempos e lugares para referir-se a várias subculturas e contraculturas diferentes desde 1950.
O termo Geração X foi inventado pelo fotógrafo da Magnum, Robert Capa, em 1950. Ele iria usá-lo mais tarde como título de um ensaio fotográfico sobre homens e mulheres jovens que cresceram imediatamente após a Segunda Guerra Mundial. O projeto emergiu em “Picture Post”, Reino Unido, e “Holiday”, EUA, em 1953. Descrevendo a sua intenção, Capa disse: “Nós nomeamos esta geração desconhecida como Geração X e, mesmo em nosso primeiro entusiasmo, percebemos que tínhamos algo muito maior do que os nossos talentos e bolsos poderiam lidar”. O escritor John Ulrich explica: "Desde então, Geração X sempre significou um grupo de jovens, aparentemente sem identidade, a enfrentar um incerto, mal definido, talvez hostil, futuro. Aparições posteriores do termo, em meados dos anos 1960 e meados de 1970, mudaram sua abrangência de geração global, atribuída por Capa, para conjuntos específicos de sub-culturas da juventude britânica, constituídos principalmente de homens brancos da classe trabalhadora, desde os mods e seus rivais os rockers até a sub-cultura punk, mais abertamente contestadora".
O termo foi usado, por Jane Deverson, em um estudo de 1964 a respeito da juventude britânica. Deverson foi convidada pela revista Woman's Own para entrevistar os adolescentes da época. O estudo revelou uma geração de adolescentes para quem era normal manter relações sexuais antes do casamento, que não acreditavam muito em Deus, que não gostava da Rainha Elizabeth II e não respeitavam os pais. Antes mesmo de ter se cunhado o termo Geração Apática, ou Slacker generation, a peça foi considerada inadequada para a revista. Deverson, em uma tentativa de salvar sua pesquisa, trabalhou com o jornalista Charles Hamblett para criar um livro a partir do estudo. Hamblett decidiu nomeá-lo Geração X.
O termo foi popularizado pelo romance “Geração X: contos para uma cultura acelerada”, 1991, do autor canadense Douglas Coupland, sobre os jovens do final dos anos 1980 e seu estilo de vida. Enquanto o livro de Coupland ajudou a popularizar a expressão “Geração X”, um artigo da revista 1989, erroneamente, atribuíu o termo ao músico inglês Billy Idol. Na verdade, Idol foi membro da banda punk Generation X de 1976 a 1981, cujo nome foi adotado após a publicação do livro de Deverson e Hamblett, em 1965, uma cópia do qual foi adquirida pela mãe de Idol.
Nos EUA, Generation X originalmente referia-se a "baby bust", geração assim nomeada por causa da queda da taxa de natalidade após o “Baby boom”.

5- Geração Y

A Geração Y, também chamada geração do milênio ou geração da Internet, é um conceito em Sociologia que se refere segundo alguns autores, à corte dos nascidos após 1980 e, segundo outros, de meados da dedada de 1970 até meados da década de 1990, sendo sucedida pela geração.
Essa geração desenvolveu-se numa época de grandes avanços tecnológicos e prosperidade econômica. Os pais, não querendo repetir o abandono das gerações anteriores, encheram-nos de presentes, atenções e atividades, fomentando a auto-estima de seus filhos. Eles cresceram vivendo em ação, estimulados por atividades, fazendo tarefas múltiplas. Acostumados a conseguirem o que querem não se sujeitam às tarefas subalternas de início de carreira e lutam por salários ambiciosos desde cedo. É comum que os jovens dessa geração troquem de emprego com freqüência em busca de oportunidades que ofereçam mais desafios e crescimento profissional. Uma de suas características atuais é a utilização de aparelhos de alta tecnologia, como telefones celulares de última geração, os chamados smartphones (telefones inteligentes), para muitas outras finalidades além de apenas fazer e receber ligações como é característico das gerações anteriores.
Enquanto grupo crescente, tem se tornado o público-alvo das ofertas de novos serviços e na difusão de novas tecnologias. As empresas desses segmentos visam a atender essa nova geração de consumidores, que constitui um público exigente e ávido por inovações. Preocupados com o meio ambiente  e as causas sociais, têm um ponto de vista diferente das gerações anteriores, que viveram épocas de guerras e desemprego.
Mas se engana quem pensa que na Geração Y tudo são só flores. Nascidos numa época de pós-utopias e modificação de visões políticas e existenciais, a chamada Geração Y cresceu em meio a um crescente individualismo e extremada competição. Não são jovens que, em geral, têm a mesma consciência política das gerações da época contra cultural. E também, como as informações aparecem numa progressão geométrica e circulam a uma velocidade e tempo jamais vistos antes, o conhecimento tende a ficar cada vez mais superficial

6- Geração Z

Geração Z é a definição sociológica para definir geração de pessoas nascidas de 1991 até 31 de dezembro de 1999.
A teoria mais aceita por estudiosos é que essa geração surgiu como concepção sucessora no final de 1982 (começo do Echo Boom), aceita internacionalmente e adotada entre 1993 a 1995. Ou seja, geração que corresponde à idealização e nascimento da World Wide Web, criada em 1990 por Tim Berners-Lee (nascidos a partir de 1991) e no "boom" na criação de aparelhos tecnológicos (nascidos entre o fim de 1993 a 2010). A grande nuance dessa geração é zapear, tendo várias opções, entre canais de televisão, internet, vídeo game, telefone e mp3 players.
As pessoas da Geração Z são conhecidas por serem nativas digitais, estando muito familiarizadas com a World Wide Web, compartilhamento de arquivos, telefones móveis e mp3 players, não apenas acessando a internet de suas casas, e sim também pelo celular, ou seja, extremamente conectadas à rede.
Desde o século passado, a forma classificar gerações de épocas específicas e nomeá-las tem sido um hábito, cada vez mais comum. Diferentemente de separar por idades, sexo ou renda, a classificação por gerações se apresenta mais correta para definir alguém, mesmo com o passar dos anos, pois ela permanece com suas denominações, independente de mudanças pessoais, de faixas etárias ou econômicas, mais isso não deveria ser criado nunca em nenhuma época, pois é comportamento anti-social não tolerato pela Academia Internacional de Psicologia desde que esta classificação foi criada, mas acontece desde a Guerra Fria.
Os Baby boomers, são os filhos da Grande geração e geração silenciosa, sendo pessoas nascidas nos anos 50 e início dos anos 60. Já a Geração X são as pessoas nascidas no final da década de 1960 e início da década de 1970, Já a Geração Y são pessoas nascidas nos anos 1980, Já a Geração Z são os indivíduos nascidos na Década de 1990
Algumas denominações têm usado as letras do alfabeto. Assim a Geração X se refere aos filhos dos últimos membros da geração silenciosa e dos primeiros Baby boomers e a Geração Y se refere aos filhos dos membros do baby boomer  dos anos 50 e 60. No entanto, uma nova denominação está sendo utilizada para uma geração de indivíduos preocupados, cada vez mais com a conectabilidade com os demais indivíduos de forma permanente, a Geração Z.

 No entanto o apostolo São Pedro refere-se a um tipo de geração que não consta nas gerações acima citadas, pois, ela sempre esteve em voga para aqueles que amam a causa de Cristo, seus preceitos, suas ordenanças, seus mandamentos.
Pedro descreve esta geração como: “Vós sois a geração eleita”, neste versículo o apostolo aplica a igreja os termos do Antigo Testamento referentes a Israel, afirmando a continuidade entre o Israel do Antigo Testamento e a Igreja do Novo Testamento. Israel e a Igreja são representados como único povo de Deus.
A palavra eleito do grego eklektos que significa literalmente “escolhido, eleito” sendo usada para designar os crentes- judeus ou gentios como raça espiritual; os crentes são individualmente chamados eleitos RM 16.13; 2 João 1.13.
Os crentes foram escolhidos antes da fundação do mundo em Cristo para adoção, sendo a fonte desta eleição a graça de Deus, não a vontade humana.  
Vós, porem, sois raça eleita (grego genos – raça /classe). Isto se assemelha muito aos ensinamentos do próprio Cristo. Sua referencia à pedra de esquina rejeitada, Pedro está escrevendo a esta nação, cuja evidente realeza e valor imediatamente a distingue como Filhos do Rei e reflete o credito sobre Aquele que os chamou das trevas do mundo para sua maravilhosa luz.
Podemos marcar nossa geração também, pois somos a geração eleita por Deus para fazermos uma grande obra, pois a nossa geração é: 

1-      A geração que abre mão de tudo

1.1   Crucificando a carne
Já estou crucificado com Cristo; e vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim”. (Gálatas 2.20)
1.2   Vivendo sem orgulho
O orgulho de coração levanta contendas, mas o que confia no Senhor prosperará. (Provérbios 28.25)
1.3   Vivendo sem inveja
O sentimento sadio é vida para o corpo, mas a inveja é podridão para os ossos. (Provérbios 14.30)
1.4   Despojando-se do velho homem
Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado.
1.5   Fazendo e vivendo a vontade de Deus
E o mundo passa e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanecera para sempre – 1 João 2.17    

2-      A geração que denuncia o pecado
"Aquele que é sem pecado tomou forma de pecador para que nós pecadores, pudéssemos nos tornar santos." (Max Lucado)
2.1 – Pois o pecado traz separação entre Deus e o homem
Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça. (Isaias 59.2)
2.2- Pois o pecado traz culpa diante de Deus
Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida. (Romanos 5:1)
2.3 – Pois o pecado gera a morte
Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.(Tiago 1.15)
 2.4- Pois o pecado escraviza 
Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. (Romanos 6.22)
2.5- Pois o pecado condena
Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. (Romanos 6.6)

3-      A geração que busca a Deus
Confia em Deus; Ele sempre dá o que promete. Sabe o que promete, porque é a verdade. Pode prometer porque é onipotente. Dispõe de tudo porque é a própria vida. Oferece todas as garantias porque é eterno. (Santo Agostinho)
3.1 - De todo o coração
E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração. (Jeremias 29.13)
3.2 - Em espírito e em verdade


Deus é Espírito, e importa que os que adorem o adorem em espírito e em  verdade (João 4.29)
3.3 -  Com toda sinceridade
Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos.Escudo é para os que caminham na  sinceridade (Provérbios 2.7)
3.4 – Como verdadeiro adorador
Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.(João 4.23)
3.5 – Com verdadeiro louvor
Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome. (Hebreus 13.15)

4-      A geração que não tolera o espírito de Jezabel
Cristo diz: “meus servos” estão sendo seduzidos, isto é, os ministros. Chegamos à essa perigosa situação sobre a qual Cristo avisou. Há multidões de pastores, mestres e evangelistas inteiramente sob o encanto sedutor da doutrina de Jezabel. Estes mestres seduzidos, por sua vez estão produzindo “filhos da sedução”. Ensinam a prostituição e o consumo de alimento dos ídolos - isto é prostituição espiritual. É comer o alimento demoníaco de doutrinas que justificam o pecado.(David Wilkerson).

4.1 – Vencendo o espírito de manipulação

Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, (2 Tito 3.2)
4.2 – Vencendo o espírito de falsa adoração
Não te inclinarás diante dos seus deuses, nem os servirás, nem farás conforme as suas obras; antes os destruirás totalmente, e quebrarás de todo as suas estátuas. (Êxodo 23.24)
4.3 – Vencendo o espírito da sedução
4.4 – Vencendo a doutrina de demônios
MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;(1 Timóteo 4.1)
4.5   – Vencendo as potestades dos lugares celestiais   

5-      A geração que ora
“Para fazer frente a esta geração ávida pelo pecado, só uma igreja ávida pela oração”. (Leonard Ravenhill)

5.1 – A oração traz respostas
Vai, e dize a Ezequias: Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi teu pai: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos. (Isaías 38:5)
5.2 – A oração nos aproxima de Deus
Estando eu, digo, ainda falando na oração, o homem Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio, voando rapidamente, e tocou-me, à hora do sacrifício da tarde. (Daniel 9:21)
5.3 – A oração deve ser feita com fé
E, tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis.(Mateus 21:22)
5.4 – A oração traz esperança
E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. (2 Crônicas 7:14)
5.5 – A oração deve ser feita em nome de Jesus
E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. (João 14:13)

6-      A geração do avivamento
“Avivamento não é descer a rua com um grande tambor; é subir o calvário em grande choro." (Billy Graham)
 
6.1 – Pois o avivamento produz vida
E com muitas outras palavras isto testificava, e os exortava, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa. (Atos 2:40)
6.2 – Pois o avivamento produz sede pela palavra
E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração,(Atos 2:46)
6.3 – Pois o avivamento produz arrependimento
E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; (Atos 2:38)
6.4 – Pois o avivamento produz salvação
De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas, (Atos 2:41)
6.5 – Pois o avivamento produz crescimento espiritual 
Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentavam o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar. (Atos 2:47)

Conclusão
Creio que a nossa geração pode fazer muito mais do que vem fazendo, basta um olhar mais profundo, uma busca intensiva pela presença de Deus através da oração, consagração, jejum, santificação que tocaremos os céus e Deus há de derramar a sua benção.
Um convite a voltarmos a palavra, ao altar, a santidade que iremos tocar o céus.

No Calvário, a maior expressão do amor de De
us 

Pr. Marcos Serafim Silva

Consultas:
Vine’s Expository Dictionary of Biblical Words – Dicionario Vine
http://www.dicionariodoaurelio.com/Geracao.html
Comentario Biblico de Moody
 http://www.bibliaonline.com.br        

4 de abr de 2013

Razões para o crescimento da igreja








Dentre tantas razões para o crescimento saudável de uma igreja elenquei apenas algumas, pois neste dias hodiernos tenho visto muitas e alarmantes aberrações entrando porta adentro de algumas igrejas, quiçá muitas da denominação que faço parte, segue meu pensamento:   

1-      Deixe que sua igreja seja Cristocêntrica
Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus. (2 Corintios 4.5)

2-      A igreja já tem um dono, não precisa de outros
À igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso: (1 Coríntios 1.2)
3-      Que a maior estrela de sua igreja seja Cristo
A esse glória na igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém. (Efésios 3.21)

4-      A bíblia tem que ser e regra de pratica e fé de sua igreja
A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração. (Colossenses 3.16)

5-      Que missões seja um alvo grande de sua igreja
E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. (Marcos 16.15)

6-       Que sua igreja não seja simplesmente uma formadora de membros, mas sim de discípulos com olhares voltados para Cristo
E, tendo anunciado o evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, e Icônio e Antioquia, (Atos 14.21)

7-      Seja transparente, há muitos lobos vestidos de cordeiro
Seja a vossa eqüidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor.(Filipenses 4.5)

8-      A cabeça de sua igreja deve ser Cristo
Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, (Efésios 4.15)

9-      Que sua igreja não viva de marketing barato, mas viva a plenitude do evangelho
Pois zelamos do que é honesto, não só diante do Senhor, mas também diante dos homens. (2 Corintios 8.21)

10-  Oração sempre deve ser a alavanca mestra para as decisões
Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos, (Efésios 6.18)
Orai sem cessar. (1 Tessalonicenses 5.17)

11-  Não pegue obreiros a laço, como tem feito muitas igrejas para favorecimento de determinada liderança   
Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos. (Mateus 22.14)

12-   O louvor de sua igreja deve ser voltado e principiado pela palavra
Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas.(Apocalipse 4.11)

13-    Para que sua igreja viva uma verdadeira prosperidade basta usar a palavra
Prosperidade e riquezas haverá na sua casa, e a sua justiça permanece para sempre. (Salmo 112.3)
No dia da prosperidade goza do bem, mas no dia da adversidade considera; porque também Deus fez a este em oposição àquele, para que o homem nada descubra do que há de vir depois dele. (Eclesiastes 7.14)

14-  Deixe que o Espírito Santo conduza a reunião
As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. (1 Coríntios 2.13)

15-  A palavra deve ter primazia e ser extremamente bíblica, lugar de anedotas não é no púlpito
A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração. (Colossenses 3.16)

16-  Os dons espirituais ainda têm muito valor na igreja hodierna
Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja. (1 Corintios 14.12)

17-  União, comunhão devem ser a máxima da igreja de Cristo, um reino dividido não cresce
Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer.(1 Coríntios 1.10)

18-  Seu pastorado jamais deve ser colocado acima de Cristo
   Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.(2 Timóteo 2.15)
E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,(Efésios 4.11)

19-  Que a membresia de sua igreja seja ensinada a obediência de Cristo, e a liderança desde que ela seja submissa a Cristo.
Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil. (Hebreus 13.17)


20-   Membros preferenciais não devem existir na sua igreja, todos devem ser igualmente tratados.
Pois o Senhor vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem aceita recompensas; (Deuteronômio 10.17)
Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas. (Romanos 2.11)
Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos pela lei como transgressores. (Tiago 2.9)

21-  Seja totalmente receptivo, o departamento de recepção da igreja deve ser bem ensinado e educado
Que em presença da igreja testificaram do teu amor; aos quais, se conduzires como é digno para com Deus, bem farás (3 João vs.6)

22-   Seja amante da palavra, não deixe o louvor suplantar a bíblia
De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. (Romanos 10.17)
Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,(Efésios 5.26)
Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.(Hebreus 4.12)

23-    E nunca se esqueça que quem dá crescimento a igreja é Deus
Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento.
Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento. (1 Coríntios 3.6,7)      
  
No Calvário , a maior expressão do amor de Deus    

Marcos Serafim Silva