4 de jun de 2014

A mesa, o centro das emoções da família

Por Pastor Josué Gonçalves  
Na cultura judaica, a mesa não era apenas um móvel de enfeite, mas era como um altar em torno do qual a família se reunia. O Salmo 128.3b diz: "...teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa."
A crise na família, passa pela desvalorização e esvaziamento da mesa das refeições. Uma pesquisa afirma, que, neste ano, na Inglaterra, as lojas de móveis constataram um crescimento na venda de mesas de escritório em torno de 40%, enquanto que a venda de mesas de jantar caiu 8%. O número de famílias na Inglaterra que já não têm mesa de jantar é de 25%.
No Brasil, 40% das famílias não participam do jantar juntas. No Brasil, 70% das famílias fazem refeição com a TV ligada. Por que um dos objetivos do diabo é esvaziar a mesa e diminuir o significado da sua importância? Por que a mesa é um lugar de muita importância na construção da cultura nutridora de uma família.
 A mesa - um lugar teológico. É na mesa onde a família se reúne que Deus se revela e se revela Deus. Nenhum outro lugar e momento é tão oportuno para a revelação do caráter de Deus na família do que este, quando todos estão em torno da mesa.
 A mesa - um lugar de comunhão. Comunhão é relacionamento íntimo, é troca de experiências no cotidiano, é prazer de estar junto. A mesa é um pretexto para que a família se veja e se comunique, enquanto se alimenta.
 A mesa - um lugar de celebração. Cabe ao pai de família ressaltar as bênçãos da vida no dia a dia e ainda transformar os acontecimentos especiais em festas, realizadas à volta da mesa.
 A mesa - um lugar de discipulado. Na cortesia de passar um alimento, de repartir um alimento raro e de servir uma bebida o ensino pode acontecer, mas o momento é adequado a tratar de qualquer assunto que seja necessário. Vale a ressalva de que deve-se evitar tratar com frequência, de assuntos tensos, que podem "es tragar" a refeição dos demais.
 A mesa - um lugar de unidade. Seja uma mesa arredondada, ou retangular, aqueles que estão a sua volta podem dar as mãos e formar um círculo, onde todos estão no mesmo nível, comendo o mesmo alimento e com o mesmo objetivo.
Na sua casa o momento da família em torna da mesa na hora das refeições é valorizado? Vocês preservam essa tradição? Esta é uma das marcas das famílias bem sucedidas, não abra mão desse tempo de qualidade fundamental para a saúde do relacionamento familiar.


Fonte : http://www.amofamilia.com.br/portal/artigos_detalhe.asp?cod=2041&sessao=12#.U48KgfldUx4