27 de jun de 2011

Porque ser inteligentes se eles preferem os mediocres?


“A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração”. (Colossenses 3.16)

Desde o início das civilizações, o homem estuda maneiras de se relacionar melhor com o meio social. A sabedoria é de singular importância para a questão do "tratar as pessoas", e por isso o conceito geral é que, o sábio é aquele que decide corretamente, sempre respeitando à moral e os costumes. Nos últimos tempos, agir com sabedoria é sinônimo de:

  • Respeitar o pensamento alheio
  • Ser gentil para com as pessoas
  • Ser humilde
  • Tratar o outro como gostaria de ser tratado

Todo esse conjunto de idéias, identificadas para com quem é sábio, ou seja, para com quem detém a sabedoria, tem contribuído beneficamente para a evolução moral do ser humano.

No que tange a igreja e seu clero digo:-

Há um bom tempo venho percebendo o desleixo pela primazia da palavra, há muito oba, oba, e pouca mensagem instrutiva, uma palavra que realmente nos deixa boquiaberto e com vontade de querer ouvir mais. É sempre a mesma coisa. Homens que querem estar nos holofotes, e querem o aplauso humano querendo ficar bem aos olhos de todos, e principalmente querendo agradar o alto clero, então o que ouvimos são acima de tudo mensagens encomendadas, com cunho de extrema bajulação, e também com mensagens subliminares para atingir a outros e esses objetivos não são a instrução daqueles que querem ouvir uma palavra que lhes atenda as suas necessidades como rebanho de Cristo.

Tenho visto muita gente ocupar o púlpito da igreja (gente que se acha famosa) desfilando suas arrogâncias e petulâncias de se julgar os melhores e mais bem cotados oradores do Brasil, e quiçá pelo mundo afora.(São os chamados conferencistas internacionais), e tendenciosamente agradando quem simplesmente lhes interessa.

O alto clero prefere os medíocres, porque sabem que os inteligentes lhes farão frente e este tipo de gente não agrada, e passa a ser uma ameaça, e o mais incomodo de tudo é que os que buscam a sabedoria, sabedoria não para sobrepujar ninguém, mas para acima de tudo instruir a outros.

Todos nós sabemos que há uma intensa guerra pelo poder, mas porque será que querem o poder? Por que sabem que há grandes vantagens em estar com o poder em suas mãos então a uma intensa disputa pelo poder, e como dizia John Emerich Edward Dalberg-Acton: - "O poder corrompe. O poder absoluto corrompe absolutamente”.

Sim há algumas razões para preferirem os medíocres:

· Porque lhes massageiam o ego todos os dias

· São extremamente compromissados com a bajulação

· Quando atingem algum grau, só faltam ser tapetes para serem pisados pelo alto clero (lamentavelmente tenho visto muito isso na minha denominação).

· Por que os medíocres nunca dizem não, mesmo deixando os princípios de lado fazem o que for preciso só para ser visto pelo alto clero.

· Não pensam, e não tem vida própria vivem debaixo da mesa só para comerem do que cai da mesa do alto clero.

· Faz de tudo para aparecer, pagam almoços, carros, ternos, e por ai vai

· O cumulo da mediocridade é daqueles que aceitam favorecimento em troca de favores.

Mas o alto clero prefere pessoas desse naipe, porque em nada acrescentam. Diferentemente daqueles que buscam a sabedoria, estes sim são uma ameaça constante e por isso , eles (O clero) preferem sufocá-los , para mais tarde não vir perder a sucessão na dinastia que querem perpetuar o poder.

Como diz a sabedoria popular: “Chega-te aos bons, serás um deles, chega-te aos maus, serás pior do que eles”. O caminho somos nós que escolhemos ou seremos medíocres ou seremos sábios. Sabendo que os medíocres continuarão a ser medíocre e em nada acrescentarão, mas a sabedoria é o caminho dos nobres e inteligentes sempre respeitando suas hierarquias para então serem promovidos a lugar de destaque e nunca mais saírem de lá´, pois dizia o sábio Salomão: "Os ouvidos que atendem à repreensão salutar no meio dos sábios têm a sua morada. O que rejeita a disciplina menospreza a sua alma, porém o que atende à repreensão adquire entendimento. O temor do Senhor é a instrução da sabedoria, e a humildade precede a honra." (Provérbios 15.31 a 33)

n’Ele, o pai da sabedoria ;

Marcos Serafim Silva

Nenhum comentário: